Folha de S.Paulo
Equilíbrio e Saúde

Ricardo Bonalume Neto

Há um lado positivo no uso xereta dos “grandes dados” (“big data”) que se tornou uma nova linha de pesquisa em saúde pública: a epidemiologia digital, o uso de informações eletrônicas para mapear surtos e epidemias de doenças infecciosas, ou mesmo ajudar a diagnosticá-las e tratá-las.

Leia em: http://m.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2016/06/1778168-medicos-usam-sites-de-busca-e-redes-sociais-para-mapear-doencas.shtml?cmpid=newsfolha