Fonte: Assessoria de Imprensa – Trend Micro e Luxoft

A Trend Micro anunciou uma parceria estratégica com a Luxoft, empresa global de estratégia e engenharia digital. As duas companhias implementarão o Intrusion Detection System (IDS), uma solução abrangente de segurança cibernética projetada para detectar, mitigar e responder a ataques cibernéticos em carros conectados.

A indústria automotiva está evoluindo rapidamente. Segundo estimativa do Gartner, até 2025 mais de 1,1 bilhão de veículos conectados, tanto de consumidores, quanto comerciais, estarão nas estradas. Os carros conectados e os serviços de mobilidade oferecem uma infinidade de novas oportunidades, mas com a introdução de serviços on-line e de conectividade constante, novas ameaças de segurança cibernética deixam os fabricantes de carros vulneráveis a ataques. A Trend Micro continua a ver o aumento do interesse dos cibercriminosos em atacar dispositivos conectados – e os carros não serão exceção.

“Estamos muito satisfeitos em unir forças com a Luxoft para enfrentar o crescente desafio de proteger carros conectados”, disse Akihiko Omikawa, vice-presidente executivo de segurança de IoT da Trend Micro. “Dispositivos conectados de todos os tipos devem ser protegidos desde o início, e essa solução permitirá que os fabricantes de automóveis criem as mitigações necessárias para bloquear ameaças cibernéticas. Combinando a competência dos recursos automotivos da Luxoft com a expertise líder da Trend Micro em segurança cibernética, poderemos enfrentar os novos desafios trazidos pela conectividade dos sistemas automotivos.”

“A indústria automotiva está passando por uma enorme transformação tecnológica em conectividade e mobilidade conectada. Como resultado, o risco de um ataque cibernético em um veículo conectado a uma plataforma de nuvem ou de serviços de mobilidade é uma grande preocupação ”, disse Alwin Bakkenes, vice-presidente executivo de Automóveis da Luxoft. “Nossa parceria com a Trend Micro fornecerá uma solução abrangente de segurança para carros conectados e casos de uso de mobilidade, mantendo os veículos seguros e protegidos, enquanto possibilita mobilidade confiável e segura no carro conectado”.