Fonte: UOL Notícias

Não é só no Spotify ou filme no Netflix que a máquina toma decisões por humanos. Plataformas de inteligência artificial já decidem que pena dar a criminosos nos EUA e indicam quais pessoas são mais propensas a cometer crimes no Reino Unido. Claro, você não liga para a sua playlist ser repleta de pop dos anos 90. Mas, nos exemplos seguintes, os resultados das decisões podem ser mais graves: usar dados acumulados ao longo de outras experiências pode produzir decisões enviesadas ou preconceituosas.

Resolver esse problema é algo perseguido pelas líderes no setor, como Amazon, Google e Microsoft. Agora, a IBM apresenta sua resposta: colocar um robô para flagrar quando seus companheiros estão derrapando. Segundo a empresa, é a primeira iniciativa desse tipo.

Leia em: https://tecnologia.uol.com.br/noticias/redacao/2018/09/19/robo-vai-flagrar-se-maquina-inteligente-e-preconceituosa-ou-enviesada.amp.htm