A tese de doutorado da fisioterapeuta Susan Lee King Yuan, defendida na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), deu origem ao ProFibro, um aplicativo para smartphones, que auxilia portadores de fibromialgia, uma doença que causa desconforto físico, sofrimento mental e comprometimento das relações sociais.

Por meio do aplicativo móvel, o usuário pode aumentar seu conhecimento sobre a síndrome e seu tratamento, organizar suas atividades diárias, acompanhar a evolução do seu estado de saúde, além de iniciar um programa de exercício físico, entre outras atividades.

Um recurso digital que ajuda no autocuidado da saúde, o ProFibro foi testado em um ensaio clínico com 40 voluntários e, após seis semanas, os participantes apresentaram uma redução na severidade dos sintomas e no impacto geral da fibromialgia na qualidade de vida, segundo o estudo, sendo considerado um recurso complementar ao tratamento médico.

O aplicativo, desenvolvido com o apoio da FAPESP, pode ser baixado gratuitamente no Google Play.

BulletOutros casos na área de Saúde