O prefeito Nelson Marchezan Júnior vem apostando na tecnologia e na inovação para vencer velhos gargalos da Capital gaúcha e ajudar a reverter a grave crise financeira que a cidade vive. A nova gestão acredita que tecnologia ajudará a vencer as dificuldades e facilitará a vida do cidadão, principalmente das pessoas mais simples e que mais precisam dos serviços públicos.

Saúde – com mais de 90 mil pessoas em filas de espera por consultas especializadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), Marchezan lançou, em parceria com o Telessaúde, a UFRGS e a Secretaria de Saúde do RS, o aplicativo DermatoNet. Porto Alegre é a primeira cidade do Brasil a implantar o serviço. Com o APP, é possível resolver o problema dos cidadãos no posto de saúde e na hora.

DermatoNet

Os médicos que atuam nas Unidades Básicas de Saúde fotografam as lesões de pele dos pacientes quando têm dúvidas a respeito do diagnóstico ou tratamento. As fotos são enviadas para especialistas do TelessaúdeRS-UFRGS, que ajudam no diagnóstico e tratamento. Simples, seguro e rápido.

O DermatoNet permite que sejam feitos com agilidade o laudo de avaliação e a orientação sobre o tratamento em até 72 horas, ou o encaminhamento para o especialista e a realização de exames se necessário. A parceria também permitiu a capacitação de 80 médicos da rede de Atenção Primária. Desde o dia do lançamento, 9 de fevereiro, 143 pacientes receberam o diagnóstico através do aplicativo de dermatologia. Isso significa 30% da demanda de encaminhamentos para a área.

Outra novidade na rede pública de saúde de Porto Alegre é o sistema de informatização das farmácias distritais. Atualmente cinco Farmácias Distritais estão operando com o sistema unificado e informatizado. O procedimento, além de garantir maior controle dos estoques de medicamentos de cada farmácia, permitirá a distribuição com mais agilidade, beneficiando o cidadão. Com a conclusão do processo de integração dos sistemas de distribuição e gerenciamento de estoques de medicamentos, será possível construir um mecanismo onde o usuário poderá consultar qual Farmácia Distrital possui disponibilidade do medicamento. Isso evitará deslocamentos desnecessários e mais qualidade de vida para aqueles que dependem dos medicamentos.

A transparência também tem sido usada pela gestão municipal. A divulgação da lista de espera por consultas especializadas e exames traz algo que nunca ocorreu na Secretaria de Saúde: a total transparência nos dados. Com isso, os pacientes passaram a ter um atendimento mais humanizado, sabendo o tempo médio de espera para o atendimento.