Fonte: Blog Porta 23
Por: Cristina De Luca

Não é só em relação à proteção de dados, com a implantação do Regulamento Geral (o GDPR), que o velho mundo vem nos dando lições de uso das modernas tecnologias digitais. O estudo pan-europeu e-Government Benchmark 2017, realizado por um consórcio liderado pela Capgemini, revela que três em cada cinco serviços públicos europeus já estão online e que mais da metade deles (54%) é “mobile friendly”. A Europa continua a amadurecer nas práticas de “governo eletrônico”: os serviços públicos migrados para os dispositivos móveis estão aumentando, e a prestação de serviços públicos pela Internet segue avançando. O foco é na ampliação da transparência e no investimento em facilitadores digitais chave – tais como a identificação eletrônica –, que são agora cruciais para o fortalecimento do e-Government e para a criação de um Digital Single Market (ou Mercado Digital Único) nos próximos anos.

O Digital Single Market pode contribuir com 415 bilhões de euros ao ano para a economia europeia, criando empregos e melhorando significativamente os serviços públicos. As descobertas do eGov Benchmark deste ano revelam que a visã do Digital Single Market está tomando forma. O abismo entre a prestação de serviços para usuários nacionais e estrangeiros está se tornando cada vez menor, já que 60% ou três entre cinco serviços online estão, agora, disponíveis em todas as fronteiras do país. A facilidade de utilização dos serviços cross-border também melhorou (em 78%). Ou seja, tanto os cidadãos quanto as empresas dispõem de acesso a funcionalidades avançadas de ajuda, suporte e reclamações online. A continuidade no compartilhamento das melhores práticas permite que as autoridades públicas em toda a Europa continuem aprimorando seus serviços online.

Leia em: https://porta23.blogosfera.uol.com.br/2017/12/03/o-velho-mundo-esta-nos-passando-a-perna-em-termos-de-e-gov/