Fonte: Instituto Humanitas Unisinos

Será publicada a “Rome Call for AI Ethics“, promovida pela Pontifícia Academia para a Vida, em favor de uma visão ética da Inteligência Artificial. O documento depois será enviado ao Papa Francisco.

A reportagem é publicada por Rai News, 11-02-2020. A tradução é de Luisa Rabolini.

“Termos como Trasparency, Inclusion, Accountability, Responsability, Impartiality, Reliability, Security, Privacy, devem se tornar patrimônio de todos e não apenas dos especialistas da ética da inteligência artificial“. Foi o que disse D. Vincenzo Paglia, presidente da Pontifícia Academia para a Vida, promotor da “Rome Call for AI Etichs”, documento sobre os temas da ética no desenvolvimento da inteligência artificial que será apresentado em 28 de fevereiro próximo.

A conferência pública contará com a presença do presidente da Microsoft, Brad Smith, do vice-presidente executivo da IBM, John Kelly III, do presidente do Parlamento Europeu David Sassoli e do diretor geral da FAO Dongyu Qu. “É necessária uma ampla conscientização do uso, significado e impacto das tecnologias, porque o desenvolvimento tecnológico envolve toda a família humana. Por esse motivo, a Pontifícia Academia para a Vida trabalha para melhorar o empenho ético sobre os temas da Inteligência Artificial e é importante ter a Microsoft e a IBM como dois primeiros signatários do documento que apresentamos ao Papa Francisco“, ressalta D. Paglia.

Leia em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/596389-o-vaticano-reune-especialistas-mundiais-em-etica-da-inteligencia-artificial