Fonte: ABES

“Revolução digital no Brasil: Tecnologia, Estado e Sociedade” foi o tema central do seminário realizado ontem (22/02), na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), promovido pela Frente Parlamentar de Economia Digital e Colaborativa, presidida pelo Deputado Federal Thiago Peixoto (PSD), com apoio do Movimento Brasil, País Digital e colaboração de outros parceiros institucionais. O evento foi direcionado aos assessores parlamentares, profissionais que participam das discussões sobre a regulamentação do uso das novas tecnologias e têm uma importante função na análise e elaboração dos projetos de lei.

Para o deputado, o evento está sintonizado com o objetivo da frente parlamentar mista, cuja função é de educar, discutir e organizar os debates em torno das questões da economia digital, que tem mudado a vida das pessoas, tendo em vista que as empresas deste setor já representam mais de 15% do PIB mundial e deverão chegar a 24% até 2025, segundo dados recentes da Oxford Economics.

O parlamentar ponderou que algumas medidas legislativas têm o potencial de impedir o desenvolvimento da economia digital no Brasil e lembrou do projeto de lei sobre os aplicativos de mobilidade, cuja nova votação está prevista para ocorrer nos próximos dias. “Hoje, temos adotado uma postura mais reativa às demandas geradas pela economia digital. Queremos evoluir nesse debates para termos uma agenda proativa, nos anteciparmos a essa evolução”, destacou Thiago Peixoto.

Fabio Rua, Diretor de Relações Governamentais e Assuntos Regulatórios da IBM América Latina e coordenador do Comitê Regulatório da ABES, que está à frente do movimento, agradeceu a receptividade da frente parlamentar na organização do seminário – ideia que foi apresentada ao grupo por ele ao final de 2017. “É fundamental a implementação de uma agenda positiva em torno da economia digital no Brasil, com discussões que ajudem a compreender as oportunidades financeiras e sociais, além dos impactos regulatórios, que as mudanças promovidas pela transformação digital podem acarretar”, explicou o executivo.

Programação ampla

“Tecnologia: digitização e desenvolvimento econômico e social” foi o tópico do primeiro painel, que contou com a participação de João Emílio Gonçalves, Gerente Executivo da Unidade de Política Industrial da CNI – Confederação Nacional da Indústria, que falou sobre a indústria 4.0; e do Prof. Ronaldo Lemos, advogado, pesquisador e professor da Universidade de Columbia (EUA), que abordou relações de consumo, educação, inovação e startups.

O segundo painel teve como tema “Sociedade: o uso de dados e impacto junto à população”, com a presença do Prof. Fabro Steibel, Diretor Executivo do ITS Rio – Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro, que falou sobre democracia, mídias sociais e eleições; de Carlos Eduardo Gouvêa, diretor da ABIIS – Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde, que discorreu a respeito da saúde 4.0, contribuindo para o aprimoramento do diagnóstico e o tratamento de pacientes; de Marcelo Ramos, assessor do CETIQT – Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil / SENAI, que palestrou sobre o setor têxtil e de confecção e explicou como a inovação está presente nesse segmento tradicional da indústria brasileira; e Rodrigo Afonso, fundador e Diretor Executivo da Dínamo, que falou a respeito do ecossistema empreendedor, o mercado de startups e o estímulo à inovação.

Do último painel, “Estado: o papel do governo – administração, serviços públicos e regulamentação”, participaram Rafael Velasco, pesquisador do CTS – Centro de Tecnologia e Sociedade, da FGV Rio, que abordou governo digital e gestão pública; Claudio Gastal, presidente do MBC – Movimento Brasil Competitivo, que destacou a importância da desburocratização para a eficiência da máquina pública neste período de transformação digital; e Fabrício Mota, assessor parlamentar no Senado Federal, que discorreu sobre o papel do Poder Legislativo nesse cenário de mudanças promovidos pelas novas tecnologias.

O vídeo completo do seminário está disponível na página do Movimento Brasil, País Digital no Facebook: https://www.facebook.com/Brasil.paisdigital/videos/1830392290304408/