Fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

O estudo vai criar um método de organização para promover o intercâmbio de informações entre os sistemas nacionais a serem integrados ao Rastro. Foto: Ascom/MCTIC

Documento foi assinado pelo ministro Gilberto Kassab e representantes da Finep e da FITec, que ficará responsável por apresentar sugestões à iniciativa do MCTIC.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, assinou um protocolo de intenções para a estruturação de uma entidade gestora e de um modelo de governança para o programa Rastro. O documento foi firmado entre o MCTIC, a Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep) e a FITec, que ficará responsável pelo projeto.

O estudo vai criar um método de organização para promover o intercâmbio de informações entre os sistemas nacionais a serem integrados ao Rastro. O documento deverá ser finalizado em até 90 dias.

“Trata-se uma iniciativa alinhada a outras ações do ministério com foco em desenvolvimento tecnológico, e traz o importante significado de agilização de políticas públicas e aplicação em logística, transporte e saúde, entre outros setores”, disse o ministro Kassab.

O programa Rastro foi criado para articular e integrar todas as políticas de rastreamento do Brasil, por meio de um sistema de gestão integrada de identificação, planejamento e controle. As aplicações abrangem áreas como transporte, logística, saúde e segurança.

Entre os benefícios previstos estão a redução de custos com atividades de logística; o aperfeiçoamento do controle do trânsito e de mercadorias nas fronteiras e rodovias brasileiras; a integração dos sistemas de segurança pública e o incremento da arrecadação tributária.