Prometeo é o nome de um importante projeto que usa inteligência artificial e Internet das Coisas para garantir a segurança dos bombeiros em atividades de risco, como combate a incêndios e resgates. A solução foi desenvolvida por uma startup de Barcelona, cuja equipe inclui uma enfermeira, um bombeiro e desenvolvedores de software. O projeto combina hardware e software em vários serviços de computação em núvem.

O dispositivo de saúde – que é do tamanho de um smartphone e fixado no braço de um bombeiro – possui vários sensores que medem variáveis-chave, incluindo temperatura, umidade e concentração de fumaça. A partir disso, o aparelho emite sinais de luz, onde o verde significa que está tudo sob controle, e as cores amarelo ou vermelho indicam que o usuário está em perigo.

Estas informações são coletadas e transmitidas para uma plataforma na nuvem, em seguida, para os centros de comando de incêndio, que podem monitorar a saúde de cada bombeiro em tempo real. Com envio dos dados para esta plataforma baseada em inteligência artificial, é possível monitorar e agir sobre a segurança e saúde de bombeiros em tempo real e a longo prazo. Além disso, o Prometeo armazena todas as informações em um banco de dados, fornecendo uma visão histórica dos acontecimentos e situações.

O desenvolvimento do dispositivo tomou como base a experiência do bombeiro Joan Herrera, que por 33 anos lutou contra milhares de incêndios florestais e sofreu dores de cabeça e problemas respiratórios resultantes da inalação de fumaça, além de ver companheiros morrerem em função destes acontecimentos. Herrera é, atualmente, estrategista de gerenciamento de incêndios da equipe Bombers GRAF em Cerdanyola del Vallès, Espanha.

Frente ao seu impacto social, o Prometeo foi o vencedor do desafio global Call For Code 2019, após um processo detalhado de avaliação conduzido por representantes da IBM, da David Clark Cause, do Escritório de Direitos Humanos das Nações Unidas, da Cruz Vermelha Americana e de outros especialistas.

Vale destacar que da Amazônia à Indonésia, incêndios florestais estão ocorrendo com mais frequência e em maior tamanho e intensidade. Mais de 1.600 incêndios florestais foram registrados na União Europeia nos 9 primeiros meses de 2019, três vezes a média da última década, de acordo com o Sistema Europeu de Informação sobre Incêndios Florestais do Copernicus. Ou seja, o Prometeo é um instrumento de muita valia para os bombeiros que enfrentam estes tristes acontecimentos.

BulletOutros casos na área de Saúde