Como ajudar na prevenção da depressão e do suicídio? Esta é a pergunta-chave que levou ao desenvolvimento do Algoritmo da Vida, um sistema capaz de identificar uma enorme variedade de palavras, expressões e frases que podem indicar sintomas de depressão nas postagens públicas dos usuários no Twitter.

Dados apontam que, diariamente, 32 brasileiros tiram a própria vida. Segundo o Ministério da Saúde, o número de casos de suicídio aumentou 20% nos últimos cinco anos entre jovens de 15 a 19 anos – constatações que acendem um alerta.

A equipe responsável pelo desenvolvimento do Algoritmo da Vida, que já está em operação desde fevereiro de 2019, utilizou estudos de especialistas em saúde mental, os quais mostram que pessoas em depressão usam frequentemente um determinado grupo de palavras, como uma espécie de ‘linguagem da depressão’ para indicar, mesmo em estágios iniciais, a ocorrência da doença. Consequentemente, estes sinais também se fazem presentes no comportamento das pessoas nas redes sociais.

Após a primeira fase de identificação de um perfil, a partir da sequência de palavras e expressões, é realizada uma checagem cuidadosa por uma equipe treinada, para considerar contexto, ironias e recorrência de termos e periodicidade. Os usuários que potencialmente apresentarem mais riscos, recebem uma mensagem inbox, na qual o perfil Algoritmo da Vida indica a melhor maneira de ajudá-los a encontrarem apoio profissional. Um deles, referência sobre o tema, é o CVV – Centro de Valorização da Vida (ligue 188).

O projeto é assinado pela revista Rolling Stone Brasil, que relembrou a trajetória de artistas do rock que se suicidaram, como Kurt Cobain, Ian Curtis e Chris Cornell. Ele contou com a participação da agência de publicidade Africa, da produtora de tecnologia Bizsys e do psiquiatra Daniel Barros, professor da Faculdade de Medicina da USP e consultor do projeto.

Assista aqui o vídeo com mais informações sobre o Algoritmo da Vida: https://www.youtube.com/watch?v=tmkESsucvHY

BulletOutros casos na área de Saúde