Um oncologista, para identificar a melhor terapêutica para tratar certo tipo de câncer, precisa analisar uma infinidade de dados, como a idade do paciente, o aparecimento da lesão, as condições para cirurgia, o tipo de doença e, então, aliar este conhecimento à sua própria experiência de vida.

Com vistas a auxiliar os médicos nessa tarefa, a IBM criou um sistema inteligente capaz de otimizar esse processo de aprendizagem, troca de informações, diagnósticos e tratamentos indicados pelos médicos e seus pares. Batizado de Watson Oncology, esse sistema usa uma tecnologia chamada computação cognitiva que, a partir de um banco de dados com milhares de informações de pesquisas científicas e de históricos de pacientes, é capaz de recomendar tratamentos para o câncer.

 

BulletOutros casos na área de Saúde