Pensando no cenário recente de grandes investimentos por empresas de tecnologia, alunos do curso de Engenharia de Computação do último ano do Instituto Mauá de Tecnologia desenvolveram um aplicativo de identificação de fibrilação atrial a partir de monitores cardíacos. O aplicativo será apresentado na 23ª Edição da Eureka, evento que reúne trabalhos de conclusão de curso altamente inovadores das áreas de Engenharia, Administração e Design.

A empresa criada pelos alunos, visa no fornecimento de um serviço (aplicativo) capaz de identificar em tempo real a fibrilação atrial, fornecer um histórico completo sobre a saúde cardíaca dos usuários e permitir um acompanhamento remoto pelo cliente. Com isso, possibilita-se que o cliente possa tomar uma decisão caso alguma irregularidade ocorra e consequentemente ter uma redução nos custos com procedimentos cardíacos.

O objetivo do projeto é ter uma marca e um produto consolidado no mercado após três 3 anos, cobrindo a grande maioria das seguradoras de saúde, uma parte do sistema único de saúde (SUS) e iniciar uma expansão para o mercado B2C.

O resultado desse projeto inovador será apresentado ao público no Instituto Mauá de Tecnologia, nos dias 27 a 29 de outubro, das 14h às 20h30, no campus de São Caetano do Sul.

Alunos:
André Hlebanja Tavares de Oliva
Anthony Smith Calandrini Guimarães
Fernando Correa Kaupert