Para os aquicultores, empreendedores dedicados ao cultivo e reprodução de peixes, algas, crustáceos ou moluscos, já é hora de trocar o caderninho de anotações por um celular ou tablet e aproveitar a revolução tecnológica que chegou ao campo.

Essa é a proposta da IoFish, uma plataforma online que permite centralizar os dados mais relevantes para a tomada de decisão do aquicultor na gestão de sua produção. Informações como níveis de oxigênio e PH, temperatura da água e quantidade de ração, primordiais para definir o desenvolvimento da criação, saem do papel e vão para o meio digital.

Essa nova ferramenta de gestão permite gerar informações estratégicas que resultam em economia, redução de desperdício, aumento de produtividade e, por consequência, lucratividade. O aplicativo sugere boas práticas e ações, como a hora de jogar mais ração para os peixes, além de produzir relatórios gerenciais.

Segundo pesquisas, mais de 90% dos piscicultores acreditam que o acompanhamento correto da qualidade da água é um dos maiores fatores do sucesso nas produções, entretanto, apenas 10% fazem a análise dos parâmetros diariamente. E, vale lembrar que o Brasil é o dono da maior reserva de água doce do mundo e está entre os maiores produtores de tilápia do planeta.

BulletOutros casos na área de Agropecuária