Motivados pela existência de grandes índices de pesticida nos lençóis freáticos e nas lavouras no estado de Mato Grosso, o Instituto de Física de São Carlos da USP (IFSC/USP) e a Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) criaram um biossensor que é capaz, em questão de minutos, detectar a existência de pesticidas na água, no solo e nos alimentos, sinais evidentes de contaminação. Dessa maneira, é possível a criação de campanhas públicas para reduzir e mitigar os efeitos das plantações no meio ambiente e nos produtos agrícolas.

BulletOutros casos na área de Agropecuária