Os municípios lutam diariamente para detectar os vazamentos de água na rede pública e diminuir a perda de milhões de litros, que acarreta desperdício de recursos naturais escassos e do dinheiro público. E, para dar uma solução a esse problema, a startup Stattus4 desenvolveu o “Fluid: Sistema de Detecção Automática de Vazamento em Ramais”, que monitora a rede de abastecimento em tempo real, maximizando as chances de detectar vazamentos.

O sistema Fluid utiliza sensores, que são conectados nos cavaletes de água das casas e, por meio da vibração dos encanamentos, detectam os sons que indicam a probabilidade de existir um vazamento. Os dados desse mapeamento são enviados e processados por um software que , permite que os técnicos sejam direcionados rapidamente às ruas indicadas. A tecnologia desenvolvida pela startup utiliza Inteligência Artificial para analisar os dados. Assim, a procura por vazamentos deixou de ser uma atividade manual, otimizando os investimentos e a solução deste problema da rede municipal de água.

As cidades de Santa Bárbara D´Oeste (SP), Sorocaba (SP), Votorantim (SP) e de Itabirito (MG) já utilizam o sistema desenvolvido pela startup. Incubada no Parque Tecnológico de Sorocaba, a Stattus4 venceu o Prêmio Startup Assemae 2017 (Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento).

BulletOutros casos na área de Meio Ambiente